#TemQueLer: “Um coração em guerra”

livro

O livro do #TemQueLer de hoje é de uma das minhas autoras preferidas, a Li Mendi. Além de mandar muito bem na escrita, ela é uma das pessoas bem fofas que já conheci no mundo literário. Quando fiz um mês aqui do blog, ela foi super gentil e me ofereceu uma entrevista.

Li quase todos os livros dela. O de hoje, li umas duas vezes (é meu favorito!) e indiquei pra minhas amigas. O amor por essa história é tanta que quando fui escrever meu livro (tem até o primeiro e o segundo capítulo aqui), não pensei duas vezes em usar os mesmos nomes pros protagonistas.


Sinopse: “Um Coração em Guerra” conta a estória de Caio e Bela, um casal de amigos que se vêem separados de repente e descobrem o quanto se amavam. Caio vai para a Academia militar e Bela tenta conviver com a distância do amigo, mas logo percebe que é impossível conter a paixão a cada vez que ele retorna.

Autora: Li Mendi

Onde encontrar: Site da Li Mendi


Caio é aquele amigo que todo mundo tem. Isabella, o Bela pros íntimos é também aquela garota que todo mundo conhece. Ele, nerd e roqueiro. Ela, patricinha e popular. Por mais improvável que pareça, eles são amigos. Mas é aquela velha historia, enquanto Caio é apaixonado por Bela, ela só o vê como amigo. Até o dia em que ele revela que passou em um concurso e vai precisar morar em outra cidade. E é ai que a ficha cai e a menina se vê apaixonada por ele.

Eles então engatam um namoro e precisam conviver com alguns empecilhos: a mãe que  acha que Bela não é a namorada perfeita pro filho, a prima que insiste em se jogar no colo dele e a distância.

“Sabe…. Eu posso estar em qualquer lugar…, Mas eu nunca vou deixar de te amar, esse amor já nasceu comigo. Eu só soube disso quando te conheci. ”

 

Bela começa a viver a sua vida e o seu namoro a distância com todas as complicações. Ela começa a faculdade de publicidade e deixa de ser aquela menina mimada que só pensava em compras. O relacionamento com Caio também passa por altos e baixos e tropeços.

O fim é até meio obvio, mas a leitura é tão fofa e tão contagiante que dá vontade de se tornar amiga dos dois, você torce mesmo. Infelizmente, só existe a versão e-book dele (já pedi pra Li uma versão impressa!). Se você é dos que torcem o nariz pra livro online, eu garanto que a leitura não vai te deixar a desejar!

Anúncios

#TemQueLer: Os meus preferidos!

livro

Sou uma pessoa completamente viciada em livros. Quer fazer os meus olhinhos brilharem? Me colocarem em uma livraria ou até me dando algum exemplar. Mas, é claro que eu tenho os meus preferidos da vida. Aqueles que eu já li e que tem um lugar pra lá de especial no meu coração. Por isso o #TemQueLer de hoje é especial. Vou falar dos meus cinco livros mais queridos de sempre

Casório – Marian Keyes

A Marian é a minha autora favorita! Já li quase todos os livros dela. E, entre todos, ‘Casório’ é aquele especial. Lucy Sullivan tem vinte e seis anos e a vida amorosa dela é uma desgraça. Mas então ela vai a uma cartomante que diz que ela vai se casar em breve. O único problema é que ela nem namorado tem. A nossa protagonista ainda divide o apê com mais duas amigas. E eis, que em uma festa ela conhece Gus e se apaixona de cara. Pra Lucy, ele é o princípe encantado. Só que o tempo vai passando e ele se transforma em sapo.

Um amor para recordar – Nicholas Sparks

Os livros do Sparks são conhecidos por virarem filmes. E não sei o motivo, eles sempre conseguem fazer uma história completamente diferente da original. Em “Um amor para recordar” os dois seguem mais ou menos a mesma linha de raciocínio. Landon Carter, o menino rebelde e irresponsável, com seus 17 anos, precisa fazer um trabalho comunitário com a certinha Jamie Sullivan depois de aprontar no colégio. Os opostos se atraem e eles acabam se apaixonando. Vai dar certo? Eu terminei esse livro chorando e muito. E quando vi o filme chorei de novo.

Simplesmente Acontece – Cecelia Ahern

Pra mim um dos livros mais lindos que já li. E mais reais. Daqueles que acontecem com você ou com a vizinha. Inclusive, ele já figurou no #TemQueLer, ano passado. E também já virou filme. Alex e Rosie são melhores amigos e grudados desde os cinco anos, quando se conhecem na escola. Quando se formam, a vida de ambos torna rumos diferentes e mesmo assim, a amizade não se deixa abalar. Em países ou momentos diferentes da vida, os protagonistas estão sempre participando de um modo ou de outro. Parte legal? Tudo é narrado através de cartas, mensagens, emails ou SMS.

O segredo de Emma Corrigan – Sophie Kinsella

Se tem uma característica bem forte das mocinhas da Kinsella é que todas são engraçadas. Quando você começa um livro dela, eu já te falo que a risada é certa. Aqui, Emma Corrigan é uma mulher de quase 30 que ao voltar de uma viagem a negócios passa por uma turbulência no voo e fala todos os segredos para o estranho ao seu lado. O que ela não conta é que esse rapaz é seu novo chefe. Agora, a protagonista fica nas mãos do cara e além disso ele é … hum, lindo demais. Emma fica desesperada e comete uma atrapalhada atrás da outra. Vale a leitura, os risos são certos.

Um coração em guerra – Li Mendi

Imagina uma pessoa querida e atenciosa. Essa é a Li Mendi, autora de vários livros e e-books. Tão fofa que me concedeu uma entrevista quando fiz o primeiro mês do nosso blog. Gostei tanto desse livro dela, que quando resolvi escrever meu próprio livro (não sabia? Tem o primeiro e segundo capítulo postados aqui!), o nome do personagem é o mesmo: Caio. Ele e Isabella, são melhores amigos de colégio. Ela, toda patricinha e a pop. Já Caio é roqueiro e tímido. Tudo muda quando Bella descobre que seu então amigo passou para uma prova e vai morar longe. O sentimento dela muda e assim, muita coisa acontece. Já li umas três vezes e sempre me emociono. Ainda não existe livro físico, só na versão digital. Mas posso garantir que vale a pena.