A minha infância – Dia das Crianças

Quem aqui sente saudades da sua infância? Bom, eu sinto. E muitas! Vamos combinar que essa é a melhor das nossas fases em que não há neuras, cobranças e responsabilidades! E, amanhã é dia de comemorar o dia daqueles que tem uma pureza e um brilho próprio.

Nasci em janeiro de 86 e vivi a minha infância até quase o final dos anos 90. Em uma época que o bom mesmo era brincar na rua e sentar na frente da televisão – nessa época, sem o ‘a cabo’ pra saborear os desenhos inocentes, separei 5 coisas que marcaram essa fase que não volta mais.

Show da Xuxa

Não podia começar essa lista sem ela, minha querida e adorada Xuxa! A eterna Rainha dos Baixinhos estreou o seu programa na Rede Globo uns seis meses depois do meu nascimento e segundo fontes dignas de confiança, ela foi a minha babá por muitos e muitos tempos. O Show da Xuxa marcou toda uma geração com a nave, Paquitas – eu sou fã até hoje! – e beijinho, beijinho, tchau tchau.

Tamagoshi

Muito antes de caçar Pokemon pela cidade, as crianças da minha geração – tão velho falar isso! – tiveram outra febre: o tamagoshi. Era um brinquedo e que você precisava cuidar de um animal: dava comida, banho, brincava e não podia deixar ele doente. Cada dia era um ano de vida do bichinho e se ele morria, era só resetar o jogo que começava tudo novamente. Não sem antes chorar algumas pitangas, é claro.

Vivemos a Copa de 94

Lembro bem como se fosse semana passada e não há mais de vinte anos! Sim, meus leitores! Tem exatos vinte e dois anos que comemoramos e gritamos com o Galvão a célebre frase: “É TETRA!!’ e da também “Vai que é tua, Taffarel!” , depois de vinte anos de jejum de títulos de Copa do Mundo. A seleção era composta de Romário, Bebeto, Dunga, Tafarrel e um Ronaldo ainda não Fenômeno. Lembro que do alto dos meus oito anos, colecionei o álbum de figurinhas. Lado triste? De lá pra cá só rolou mais uma taça de campeão, em 2002.

Dançamos ao som do “É o Tchan”

Sim, era uma festinha sim e outra também que rolava esses clássicos do grupo baiano “É o tchan” e que a gente dançava como se fossemos a Carla Perez, Sheila Mello ou a Scheilla Carvalho. Aliás, até hoje quando toca ninguém fica parado! Inclusive você, que tá ai nesse exato momento lendo esse post! Com eles fomos pro Havaí, Japão, Egito e ainda nos aventuramos na selva!

Chocolate da Mônica

Outra coisa que marcou e MUITO a minha infância foram os chocolates da Turma da Mônica e que 10 entre 10 pessoas na casa dos 30 e poucos pedem pra voltar. E, posso falar? Tinha toda uma técnica para comer: primeiro era a parte preta e depois o personagem e que dava uma pena! Volta, pessoal. Ninguém nunca te pediu nada!

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!

Anúncios

#Top5 – casais: Especial Dia dos Namorados

Continuando a sequência de post especiais do #DiaDosNamorados, o post de hoje é dedicado aos casais mais fofos das telinhas, aquele que nós suspiramos – queremos um igual – só quando começa a intro da trilha. Vamos ver?

Romeu e Julieta

O.k, já sabemos que o final não foi feliz, mas a história de amor, levada às últimas consequências é maravilhosa. De famílias inimigas, Capuleto e Montéquio, proíbem o namoro dos filhos, e para viverem felizes e longe da rixa entre os pais, acabam morrendo, por falta de comunicação. Triste, não? A história foi escrita e imortalizada pelo poeta inglês William Shakespeare, e já foi levada para o teatro, televisão e cinema inúmeras vezes!

Mônica e Cebolinha

turma da monica 450

Existe ou não casal mais fofo dos quadrinhos? Eu sou fã confessa da dupla (e dos gibis também!) e entre tapas e coelhadas, eis que o pai da garotada, Maurício de Souza resolveu juntar a “gorducha” e o “5 fios” quando eles viram adolescentes!

A Bela e a Fera

A Bela nunca foi entre todas as princesa da Disney a minha preferida. #CinderellaFeelings. Mas existe casal mais fofo e cúmplice do que eles no mundo do conto de fadas?? Quem nunca se apaixonou por uma ‘fera’, aquele guapo que todo mundo não acha bonito, mas encanta você de um jeito todo especial e ponto!

A Dama e o Vagabundo

Quem foi que disse que o amor é só entre os humanos, hein? Essa linda cadelinha de raça, uma verdadeira dama se apaixona pelo pobre e vagabundo vira lata. Como não suspirar pela clássica cena deles dividindo um prato de macarrão e dando um beijinho sem querer?

Hermione Granger e Ronny Weasley

rony-hermione_cabana

Durante sete anos eles foram apenas bons amigos, mas desde o primeiro filme todo mundo torcia por eles, certo? Ela, a nerd e ele, o atrapalhado. A dupla de bruxos, melhores amigos do Harry Potter, demorou – e muito! – para ficarem juntos, mas também quando rolou, todo mundo pirou. Eu sempre ‘shippei’ o casal, você não?