Top 5: É pra chorar!

foilme

Desafio da semana: assistir ao longa “Como eu era antes de você” sem derramar uma lágrima ou suspiro. Bom, meio óbvio que eu falhei. E, mesmo sabendo o fim do filme, já que eu li o livro uns dois anos – antes do boom – não fui forte o suficiente. Mas quem dera se esse fosse o único que me fez dar uma grande desidratada. Selecionei outros quatro pra essa lista. Continua lendo e anota as dicas, caso você seja do big team das choronas.. esse post é todinho seu!

Como eu era antes de você

Lou Clark é uma menina de uns 20 e muitos anos e que até agora não fez nada de importante na sua vida. Seu pai se encontra sem emprego e é ela a responsável pelo sustento da família. Trabalhando como garçonete, ela também acaba sendo demitida, pra desespero de todos. Até que surge uma vaga pra cuidar de Will Traynor, um cara que depois de ser atropelado há dois anos ficou tetraplégico. Uma relação de afeto surge entre eles dois… e, bom, é melhor ver pra não estragar. Lembro que terminei de ler o livro que inspirou a história em um shopping e: vergonha, claro, pois eu comecei a chorar. Muito.

Antes que termine o dia

Mais um pra lista patrocinada por uma empresa de lenços de papel. Me recordo que comecei a ver de madrugada, meio que por acaso porque curti a sinopse e no fim eu  não conseguia parar de soluçar real! O casal Sam e Ian estão em crise na relação. Sam é uma musicista e durante um jantar eles discutem por causa de ciúmes e, na volta para casa o táxi em que eles estão sofre um acidente e ela morre. Desolado, Ian vai pra casa e ao acordar vê que o dia ta se repetindo e ele tem uma nova chance de salvar o namoro deles. Nessa altura eu já estava tensa e com muitas e muitas lágrimas. O que acontece depois? Bom, não é tão óbvio assim e .. procura logo pra ver!

Em algum lugar do passado

Esse eu só de lembrar a música principal, já me dá umas angústias no peito e vontade de chorar.  Em 1972, o jovem Richard conhece uma senhora que lhe entrega um relógio de bolso e uma mensagem pedindo pra que ele voltasse para ela. Anos depois, ele se hospeda em um hotel e dá de cara com um retrato de uma jovem e se apaixona de cara. A tal moça em questão é Elise, uma atriz que viveu por ali em …1912 e que já morreu justo naquela noite que ele recebeu o presente da tal idosa. Richard começa uma busca louca de como voltar pro passado e se encontrar com o seu amor, Elise. Achei o final bem bobo, confesso. Mas o drama que eles vivem é maravilhoso!

Pearl Harbor

Filme preferido da v-i-d-a! E que, certamente choro sempre. Sempre mesmo. Rafe e Danny são amigos de infância e se alistam no exército americano durante a Segunda Guerra Mundial. Lá, Rafe conhece a enfermeira Evelyn e eles se apaixonam. Acontece que Rafe acaba dado como morto em uma missão pra desespero da noive e do amigo, Danny. Como todo romance água com açúcar, os dois se envolvem até que Rafe – papel do meu crush ever Bem Affleck – retorna depois de meses. Babado, confusão, lágrimas (minhas e deles) e gritaria.. até porque a mocinha descobre que ta grávida do Danny… É nesse momento que o Japão joga a tal bomba na ilha de Pearl Harbor – o que dá nome ao filme – e ai só vendo pra saber mesmo!

La Bamba

Esse filme do final dos anos 80 talvez seja o mais triste de todos, já que é baseado na vida do cantor dos anos 50, Ritche Valens, que morreu em um trágico acidente de avião quando estava no auge da sua carreira. Só daí dá vontade de despedaçar, né? Melhor cena é quando ele canta para sua namorada de colégio – ele tinha só dezessete anos! – a canção Donna que fez especialmente para ela. Além dela, o hit que é muito bom e que dá nome ao filme: La Bamba.

Anúncios

Filmes para curtir a TPM!

Um aviso aos navegantes: Toda mulher na TPM tem direito a chocolate e a chorar muito vendo aquele filme fofo sem nenhum julgamento!!!  Os principais sintomas nesse período são: irritabilidade, tristeza, sensibilidade, mudança de humor e claro, vontade louca de comer doce. Para melhorar (ou acalmar), eu listei aqui meus cinco filmes que me fazem chorar nesse período louco (e fora dela também!). Vem ver!

 

#Pearl Harbor.

tumblr_myvy8aNnoX1sggoqyo1_500Meu filme preferido da vida! Juro, não canso de ver. E de chorar, claro. Motivos? Te dou dois: Ben Aflleck e Ben Affleck. Sim, ele é meu MUSO da vida toda! Desde sempre. Quero um pra mim. Fora que a história é de chorar três litros. O filme tem como pano de fundo a Segunda Guerra Mundial e o ataque do Japão a ilha de Pearl Harbor. Dois amigos, Danny e Rafe se alistam no Exército Americano como pilotos de caça. Eles acabam se apaixonando pela enfermeira Evelyn. Eu chorei todas as partes do filme. De verdade. Destaque pra canção fofa da Faith Hill, There you’ll be!

 

# LaBambaLa Bamba

Outro filme que eu me de-bu-lho em lágrimas, gente! Acho que mais do que Pearl Harbor, pois a história é realmente triste e real. A história é sobre a vida do cantor Ritchie Valens, que morreu de acidente aéreo aos 17 anos, em plena carreira meteórica! O nome do filme é de uma canção que ficou famosa graças a ele, uma lambada. A cena que eu mais me derreto é quando ele canta por telefone para a sua namorada uma canção feita para ela (#todaspira) e que leva seu nome: Donna!! “I have a girl, Donna is your name” (Eu tenho uma garota. Donna é seu nome.)

#Dirty Dancing

1779730-5849-inSou muito fã do Patrick. E esse filme tem t-o-d-o um espacinho no meu coração. Uhum. Vi todas as vezes que passou na Sessão da Tarde e tinha até o DVD. Apesar de ser mais um musical, o filme me faz querer um Johnny (personagem do Patrick.) para mim. Confesso, as vezes #SouBobaAssumidaMesmo. O longa, lá de 1987, conta a história de Babe (Jennifer Grey) que vai junto com a sua família passar as férias de verão em um resort. Lá conhece o personagem do Pat, que é um dançarino do lugar e acaba se apaixonando por ele, o que causa revolta no seu pai, devido a diferença de classes. Como não é spoiler nenhum, eu me derreto toda na cena final da dança, ao som de “I’ve had the time of my life” .. ai, ai.. #suspiros

Diário de uma paixãotEm71iwofHgNcqb0Fn1AyH11BNl

Um dos poucos livros do Nicholas Sparks que viraram filme e que eu realmente gostei.É estrelado pela Rachel McAdams e Ryan Gosling. Atire a primeira pedra quem nunca quis um Noah de !!! Num asilo, um homem conta uma história de amor todo os dias sobre Noah e Allie para uma mulher e que aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial. Pois é, lenços e mais lenços !! Quase que não entra na lista, tinha esquecido! Tks, Sis

O melhor amigo da noiva

vasKJeFun0AsXG1SRxc5IItPbHMMais água com áçucar e clichê impossível. Por isso que a gente a-d-o-r-a! Eu adoro e me emociono pela mistura: Patrick Dempsey + trilha com “You give me something“. Tom é do tipo “pega e não se apega”, a única mulher que ele consegue ter um relacionamento fixo é a Hanna, aquela que ele considera sua melhor amiga desde a faculdade. E mesmo assim, só na amizade. Até que um dia ela viaja pro Reino Unido e volta noiva e o chama pra ser seu “Made of Honor”  (o equivalente a dama de honra ou madrinha aqui no BR)! Pronto, a confusão tá feita pois Tom percebe que na verdade sempre gostou dela muito mais que uma amiga, fazendo tudo para impedir que ela se case. #quemnuncané?. O que eu mais gostei nesse filme é que mudou um pouco o ponto de vista de que nós mulheres é que sempre nos apaixonamos e sofremos, né?

 

E ae, o que acharam da minha lista? Fiz baseada em filmes que eu me emociono SEMPRE! Tem outros para sugerir? Comente aqui!!! Então.. agora é só separar a caixinha de lenços e a panela de brigadeiro e aproveitar!