Cuidando do cabelo no inverno

bele

Já parou pra ver o quanto nosso cabelo fica danificado quando o inverno chega? Isso acontece, graças aos intermináveis banhos bem quentes – e se você consegue burlar isso, parabéns! – que tomamos nesse período. A água em temperatura alta costuma retirar o óleo natural do nosso couro cabeludo, cujo objetivo é proteger e lubrificar nossos fios.

Além disso, gorros e chapéus durante essa época ajudam no surgimento de fungos e bactérias, e que causa a queda dos fios. Para melhorar a situação dos seus cabelos, presta atenção nas dicas do post de hoje.

Nem mais, nem menos.

Parece cruel, mas água fervendo na hora do banho é prejudicial – e muito – para nosso cabelo. Ela irrita o couro cabeludo e leva a uma maior produção de oleosidade. Resultado: seborreia e caspa podem aparecer nessa época. O ideal é fazer uso da água morna, além de massagear o couro cabeludo, pois ativa a circulação melhorando a oxigenação dos fios.

Saiba escolher direitinho o que usar

Não importa a estação – o cuidado deve ser em qualquer época do ano, ok? –o ideal é escolher um shampoo e condicionador que se adapte ao seu cabelo. Se quiser fazer uma mudança radical nas suas madeixas, eu explico aqui as técnicas e diferenças entre  No-Poo e Low-Poo.

Hidratação, sempre

Esquece esse papo que hidratação é só lá no verão, ok?  Mesmo nessa época, o recomendado é que o cabelo seja hidratado pelo menos a cada quinze dias. Ela ajuda a manter o brilho e maciez dos seus fios. Outro método usado é a máscara de fios, que oferece uma aparência mais sedosa.

Anúncios

Alimentação saudável no inverno

Inverno = frio = vontade de comer muito! E só besteira, vamos combinar não é? Nessa época parece que o nosso corpo praticamente exige chocolate, foundue. Só coisas gostosas! Isso sem falar das maravilhosas festas juninas! Com a temperatura bem baixa, o nosso organismo gasta muito mais energia para deixar o corpo quentinho.

É dai que surge essa vontade louca de comer descontroladamente, já que o nosso metabolismo acelera. Para que isso não aconteça e para manter uma alimentação saudável, é necessário balancear as nossas refeições. Ou seja: o brigadeiro debaixo das cobertas assistindo a um filme, pode. O que não vale é enfiar o pé na jaca! Separei aqui no post quatro alimentos que podem ser consumidos sem culpa na estação mais fria do ano, caso você queira manter uma dieta equilibrada.

– Sopas e Caldos

Talvez, a maior dica para as noites frias, seja investir em sopas e caldos. O motivo? Bom, grande parte das receitas dessas refeições levem verduras e legumes. O ideal é usar e abusar, já que muita gente torce o nariz em outras épocas para esse tipo de alimento.

– Dê espaço para frutas

Não, as frutas não são exclusivas do verão. Vale a pena trocar o doce por uma fruta na sobremesa. Dica: escolha aquelas que tem alto teor de vitamina C – laranja, limão, morango, acerola, tangerina) já que doenças como gripe e resfriado são bem mais normais nessa época

– Prefira o vinho tinto.

Motivos? Bom, o vinho tinto tem propriedades oxidantes e que fazem bem à saúde. E como um dos programas mais bacanas para fazer nessa época é a ‘noite de queijos e vinhos’, o ideal é unir o útil ao agradável.

– Nosso amado chocolate…

… mas tem que ser o amargo, desculpa! Esse tipo é o melhor porque ajuda na diminuição de colesterol, da pressão arterial e diminui os riscos de doenças cardiovasculares. Tradução: tá liberado o chocolate quente e o foundue, SIM!

Festa Junina: 5 motivos para amar

Junho para você é sinônimo de…? Bom, para mim é a época em que temos a melhor festa do ano – sorry, Natal and Reveillon – mas as juninas são sensacionais! E pra refrescar sua memória, o post de hoje traz cinco motivos para correr pra quadrilha mais próxima!

Tem quadrilha…

Não, não é algo que você só podia dançar quando era criança. Mesmo adulto, participar de uma quadrilha – seja ela ensaiada ou não – é delicioso. O Nordeste – mais especificamente em Campina Grande – tem a tradição de quadrilhas enormes com pessoas adultas. E eu diria mais: a diversão é maior que quando somos pequenos. Afinal, o que seria da vida se não fosse pagar micos?

… tem canjica, tem quentão!

E mais um monte de comida gostosa! Quer ver mais? Salsichão, pé de moleque, paçoca, bolo de fubá, milho cozido, arroz doce, caldos, doce de leite.. é uma delícia atrás da outra que é impossível você não gostar de uma! Dieta? Esquece, vai

Ser brega é ser cool

Acredite, nada mais bacana do que ser brega nessa época de festa junina. Vale combinar umas coisas que no resto do ano, não dá pra usar. Chapéu de palha, camisa xadrez, vestido de chita. A ordem é ousar!

O que falar das brincadeiras?

Além da quadrilha, outra coisa ma-ra-vi-lho-sa das festas juninas são as barracas de brincadeira que é garantia certa de diversão: Pescaria, corrida do saco, derrubando latas, pau de sebo e correio elegante. Escolha a sua e se divirta!

A decoração é maravilhosa, vai

Bandeirinhas, Fitinhas, Luzinhas. Isso é apenas parte de uma decoração que a gente pode ver nessa época. E é tudo tão coloridinho que não ofusca os olhos. E dependendo do lugar, pode rolar até fogueira de verdade.

O guarda roupa do Inverno 2016

moda

Falta um pouco menos de um mês pra estação mais fria do ano. E eu admito: não sou nada fã do inverno. Podem me julgar a vontade. Mas uma coisa é certa: todo mundo consegue fazer várias coisas muito melhor, como mostrei nesse post ano passado. E uma delas é se vestir bem. E se você não sabe o que vai bombar no mundo fashion, é só conferir as quatro dicas que vou dar agorinha!

– Pochete

Siiim, leitores! Aquele item completamente brega que provavelmente a sua mãe usou muito nos anos 90 tá voltando com tudo em 2016. Mas, calma. Ela aparece com um visual novo

– Peças na cor bege:

Perceberam que o inverno vem com um leve tom de nos desafiar?? Se, por anos, o bege foi sinônimo de sem graça, agora é a cor coringa e neutra nessa estação. Com uma diferença: agora ele vem um pouco mais amarelado. Só cuidado para não cair no erro e deixar o seu rosto apagado.

– Animal Print. Mas colorido!

Sem título

Taí outra coisa que é linda de usar, mas muita gente comete erro ao usar animal print. Menos é sempre mais nesse caso. As estampas de onça, zebra e cia voltam com tudo, mas renovada com cores.

– Gender Bender

Na tradução livre, algo como além- gênero. Na prática, é vestir homens e mulheres com o mesmo tipo de roupa. Há quem adote e levante a plaquinha do sim, mas é um processo bem arriscado. Peças de alfaiataria, por exemplo, ganham destaque nos guarda roupas femininos.

Seis motivos para amar o inverno!

Há quem ame. E também tem a turma dos que detestam. Eu faço parte do time que não suportam o inverno e sofrem com ele. Uhum. Já estamos na metade da estação, agora que o ‘bicho pega’. Tá na hora de tirar as botas, galochas, luvas, jaquetas, gorros e cachecóis do fundo do armário e sofrer nesse frio (já falei que não curto, né? Entããão)…

Porém, como tudo na vida, há sim o seu lado bom e existem algumas coisas que no inverno é bem melhor de se fazer. Preparei uma lista com seis coisas que só o inverno nos proporciona. Quer saber quais são? Continue lendo o post de hoje

Podemos nos esbaldar nas festas juninas!

Uma das maravilhas da vida, na minha opinião, é comer. E é justamente no inverno que encontramos as festas juninas, que a gente se joga SIM (e com muito prazer, obrigada) nos quitutes que parece que só comer nessa época: canjica, pé de moleque, sopas, paçoca… é meter o pé na jaca total! E já que o lema é comer..

Fondue!

Imagine que no verão, seus amigos marcam de se encontrar para comerem fondue. Visualizou? Estômago já revirou, não? Fondue é aquele guloseima que é muito melhor de se aproveitar quando o tempo tá mais friozinho…

Li-qui-da-ção

É nessa época também que conseguimos renovar nosso guarda roupa do verão: maiôs, biquínis, vestidos leves e sandálias estão na maior parte das vezes com metade do preço. Hora de dar uma passada nas araras mais escondidas, não é

Melhorar condicionamento físico

Tudo bem, sabemos o quanto o humor e a vontade de ir a academia caem quando levantamos e o tempo pede cama. Mas você sabia que é nas temperaturas mais baixas que nossa musculatura fica mais rígida e nosso corpo rende mais. Isso sem contar que não rola suor, né?

Se jogar no look pijama + pantufa

Nesse frio, a pedida é desfilar pela casa nos dias de folga com um bom pijamão. Tem coisa melhor do que isso? Junta ainda com um par de pantufas fofas e é pura

Make sempre impecável.

Quem não sai de casa sem ao menos ter no rosto a dupla base + rímel comemora essa estação, já que por não ter calor, as chances do make escorrer são nulas!!

Inverno + pele hidratada

Ontem demos o pontapé inicial na estação mais fria do ano: o inverno. Essa época é a mais favorável para que a nossa pele fique mais ressecada por conta das temperaturas mais baixas. Para isso não acontecer é importante tomar alguns cuidados, vamos saber quais são?

Evitar banho quente

Sim, péssima notícia ainda mais para quem é viciado em banho quente, como eu. O que ocorre é o seguinte: quando demoramos no banho e ainda mais ele sendo quente, a temperatura alta da agua acaba tirando a oleosidade natural da nossa pele

Use bastante hidratante

E, de preferência depois do banho. Motivos? Aquele vapor que fica – e que embaça o espelho – é ideal para uma melhor aderência do creme na nossa pele.

Lábios também precisam ser hidratados.

Pois é, nessa época do ano, os nossos lábios costumam rachar mais, logo.. a boa e velha manteiga de cacau neles! É importante cuidar deles, pois com o frio rachaduras aparecem e com isso, podem causar fissuras e lesões, sendo uma porta de entrada para bactérias.

Filtro solar, sempre

Uhum, como diria o velho Bial: use filtro solar diariamente. Alguns devem pensar que pela ausência do calor, isso não é necessário. O que é errado já que os raios UVA e UVB estão lá. Isso sem falar na poluição e no ar frio, não é?

De uma atenção especial para certas áreas

Além dos lábios, outras duas partes – joelho e cotovelos – costumam ficar mais rachadas que o normal nessa época do ano. São áreas mais sensíveis, pois possuem um número menor de glândulas sebáceas. Sem a proteção necessária, a rachadura e o escurecimento aparece mais rápido. Tente usar hidratantes específicos para essas regiões do corpo, os que contem ureia ou com óleo de amêndoa