5 filmes para ver com o seu pai

No próximo domingo a gente comemorar o Dia dos Pais, não é? Tudo começou quando uma filha resolveu homenagear seu pai que era viúvo e cuidava de tudo e escolheu o dia do seu aniversário, isso lá nos Estados Unidos. Já aqui no Brasil, a celebração foi importada em 1953 quando o publicitário Sylvio Bhering, no dia 14 de agosto, que é o dia de São Joaquim, patriarca da família. A partir de então, foi escolhido todo segundo domingo de agosto para festejar.

Eu separei cinco filmes, cujo personagem principal é essa figura masculina tão importante na nossa vida. Então, que tal reunir o velho no dia de hoje para curtirem o dia juntos?

O paizão

Adam Sandler é Sonny, um adulto para lá de irresponsável. Seus amigos estão casando e tomando rumos na vida e ele.. nada. Depois de mais um relacionamento fracassado, ele resolve adotar então o pequeno Julian, de 5 anos e que apareceu de repente à sua porta. O problema é que ele não tem nenhuma experiência no assunto e decide que vai educar o garoto ao seu modo. Pasmem, mas o filme tem quase 16 anos.

Procurando Nemo

Nessa animação da Pixar em parceria com a Disney, conta a relação do viúvo peixe-palhaço Marlin com seu filho, Nemo. Pelo fato de ter perdido a esposa enquanto Nemo era apenas um ovo, ele vira super protetor. No seu primeiro dia de aula, após o pai envergonha-lo na frente de toda a turma, Nemo resolve nadar pro mar aberto. Começa então a caçada desesperada desse pai, que no meio do caminho encontra uma amiga, a doce Dory.

Uma Babá quase perfeita

Uma-Babá-Quase-PerfeitaAno passado, fiz um post sobre filmes dos anos 90 e, claro, que esse não podia faltar, estrelado pelo querido Robin Williams. Ele é Daniel, ator e recém separado. Como não quer ficar longe dos filhos, se disfarça de babá para passar o dia com eles.

A última música

É protagonizado pela eterna Hannah Montana, a Miley Cyrus, no papel de Rory Miller que por imposição da mãe tem que passar as suas férias de verão com seu pai, Stevie, que não vê há alguns anos. O que ela não espera é o que vai mudar nessa relação entre os dois. Mais um dos livros do Nicholas Sparks e que viraram filme – e, na minha opinião, uma das melhores publicações dele. E que eu chorava litros a cada capítulo. Separa o lenço.

O Rei Leão

Atire a primeira pedra quem nun-ca chorou com a morte do Mufasa, aos olhos do filho, Simba por ordem do seu invejoso tio Scar. O filhote, então, foge pois acredita que é o culpado pelo acidente com seu pai e encontra os hilários Timão e Pumba, que acabam criando o filhote. Algum tempo depois, Simba volta ao seu reino e tem que enfrentar o seu tio.

Anúncios