Elle + C&A

Chega hoje nas lojas da C&A a sua mais nova parceria. Depois de ousar com estilistas famosos como Lolitta, Isabela Capeto e celebs como a Kim Kardashian, a rede de lojas fast fashion veio com um diferencial: dessa vez quem assina a coleção é nada mais, nada menos do que a revista ELLE.

A homenagem fica por conta do item mais desejado por nós, mulheres: o LBD (Little Black Dress), ou o famoso vestidinho preto básico. Chamada de “C&A + ELLE” vem contando a história de sete décadas da moda através das suas peças.

Meu favorito: anos 60

A trajetória começa nos anos 40 e vai até os anos 2000 e em cada vestido uma característica que marcou a época. E sim, todos pretos.Essa ideia, segundo a diretora da revista, surgiu no momento em que se pensava em algo diferente para comemorar os setenta anos da publicação no mundo e vale lembrar que é algo inédito.

“É o nosso primeiro licenciamento no Brasil e estamos super felizes de estar junto com a C&A nessa nova experiência”, afirma Susana Barbosa.

Para quem não é fã dos vestidos, a coleção conta com outros itens: modelos de t-shirts, calças de alfaiataria e cardigãs. O preço dos vestidos é um tanto quanto salgado: cada um custa 199 reais. Já as blusas têm o valor de 39,99 reais, os casaquinhos 79,90 e a calça 99,90.

Anúncios

Mixed para C&A

moda

Vamos combinar? Esse ano a rede de lojas C&A se superou no quesito parceria com algumas das maiores marcas de roupas. Já rolou com a Isabela Capeto, com a Lollita, NkStore e até com a modelo Kim Kardashian. A queridinha da vez, é a marca Mixed, que chega nas lojas hoje, 17 de novembro.

Não é a primeira vez que rola uma interação entre as duas. Em 2012, uma edição da marca já ornou nas araras da C&A. Agora, a special collection, vem recheada de peças básicas e uma estampa de borboletas criada exclusivamente para  essa coleção.

resize_cea_mixed_04_09_2015_217936

A inspiração ficou por conta de um jardim, com peças leves. Os tecidos usados foram o crepe e o tweed. Além disso, a coleção vem recheada em calças flares e peças em jeans, que parece que voltou com tudo.  Tem poá e listras também!

Com 60 peças no total, a coleção tem preços entre 69,90 e  290 reais – sim, o valor tá bem salgado.

mixed8

Isabela Capeto e C&A

moda

Vamos combinar? Ninguém sabe fazer parceria como a rede de lojas C&A. A mais nova parceria – a quarta só esse ano – é com a marca Isabela Capeto e dessa vez a novidade fica por conta das roupas que serve tanto para nós, adultas quanto para a criançada!

Essa é a terceira edição da estilista carioca para a fast fashion (já rolou parceria das duas em 2009 e 2010!) e ela traz pras araras, peças inspiradas em jardins lúdicos e muita estampa de flor. Com cores que vão do coral ao branco e muito jeans, a collection vem com regatas, jardineiras (must have do último verão!), bermudas e regatas, no maior estilo carioca de se vestir.

Ao total, a coleção que chegou nas lojas no último dia 22 de setembro, conta com 12 peças e os preços são a partir de R$ 60. Vale lembrar que já rolou só esse ano parceria com a NKStore, com a Lollita e com a celeb internacional Kim Kardashian.

Kim Kardashian e C&A.

Nessa última semana, a famosa e comentada Kim Kardashian desembarcou aqui no Brasil para lançar a mais recente parceria da rede de fast fashion C&A. Apesar de não gostar muito dela (confesso que não entendi ainda como ela ficou ‘famosa’!), não podemos negar: Ela é marketing puro!

Foi pensando nisso – eu acho – que a C&A resolveu investir em uma mini coleção para a sua rede. E não é a primeira vez que eles fazem esse tipo de parceria, seja com famosas ou com outras marcas. Já rolou com a PatBo e com a NkStore, por exemplo.

Kim na coletiva de imprensa

Os cerca de vinte itens da coleção custam entre R$ 25,90 e R$189 e, na minha singela opinião tem muito a cara da senhora West. “São simples e sexy e representam bem quem eu sou”, disse a modelo à revista Vogue. Quando se trata de guarda roupa, ela gosta e muito de ousar!

E nas araras da C&A, o que vamos encontrar? Peças com comprimento midi, claro, como as saia-lápis (aquele modelo que afunila desde o quadril e as coxas e não dão volume), top cropped, blusa com gola alta e vestidos colados, além de dois modelos de sapatos: um escarpim e uma sandália. Bem o tipo de peça que vemos a modelo usar por ai, né?

Já deu pra perceber que as modelagens foram feitas para valorizar o corpo não é? Tudo básico, mas muito sensual, sem ser vulgar. Ou seja, a cara da Kim! Então, amiga, use do seu adorado bom senso ao pensar em comprar algum item da coleção. Ah, e uma péssima notícia: as suas peças não tem quase nenhuma variação de cor, é basicamente preto, branco e cinza. No máximo um vestido vermelho e uma blusa rosa de gola alta – a única que talvez iria pro meu guarda roupa. E só.

As roupas já estão disponíveis no e-commerce e nas lojas físicas a partir do dia 21 de maio.

Lala Rudge para Riachuelo!

Não dá pra negar: a parceria entre as redes de lojas fast fashion com marcas – recentemente a C&A lançou uma com a NkStore – e blogueiras tem bombado tanto que surge uma atrás da outra. A mulherada adora: pode ter roupa de marca com um preço bem acessível, né? A próxima – e primeira de 2015- , com lançamento hoje, é da blogueira Lalá Rudge com sua coleção La Rouge Belle pela Riachuelo (que já contou com a fitness Gabi Pugliessi e a fashionista Camila Coutinho).

Com peças inspiradas no próprio closet da Lalá, a coleção vem, segundo a própria blogueira, com roupas que toda mulher deve ter. Ela também afirmou que tudo foi feito seguindo as suas orientações. As roupas retratam a mulher “que é sexy, contemporânea, gosta de estar sempre chique e de provocar, mas nunca está vulgar.”

Algumas peças e valores (fonte: Garotas Estúpidas)

Algumas peças e valores (fonte: Garotas Estúpidas)

A coleção vem com muita renda e couro. Na cartela de cores,  preto, branco e rosa e vamos combinar: dá pra variar e muito nos looks. Tudo foi supervisionado por ela, que passava quais eram as suas inspirações pras estilistas. Com um total de 43 itens, os valores variam entre R$ 49 e R$ 199. Achei preços bem acessíveis e que cabem no bolso, não é gente?

Agora é só correr pras lojas, sacar o cartão e sair desfilando em um look Lalá Rudge.

Confira o making of

Livros de Sparks que viraram filmes

Mês que vem mais um livro do renomado autor Nicholas Sparks chega nas telonas. O escolhido dessa vez é o “Uma longa jornada” e tem como protagonistas: Britt Robertson e Scott Eastwood. Não é a primeira vez que um livro dele foi adaptado, né? Eu mesma já falei do lançamento em um outro post.  Apesar de nunca levarem a sério a história dos livros, o fato é que o cara é um dos campeões em adaptar suas publicações para os cinemas. Listei aqui aqueles que já foram parar nas grandes telas.

#1 – Diários de uma paixão (2004): diário

Foi o único que não li o livro (ainda) e provavelmente por isso que curti muito e é um dos meus preferidos. Estrelado pela Rachel McAdams e Ryan Gosling. Eles se conhecem ainda jovens, durante a Segunda Guerra Mundial. Mas, por serem de classes sociais diferentes, a família dela é contra o relacionamento deles. Anos se passam e Allie está prestes a se casar, mas ainda não se esqueceu de Noah e volta para a cidade e o reencontra. Anos mais tarde, o já velho Noah conta todos os dias conta a história deles para a sua esposa que sofre de Alzheimer. O lado bom é que o livro tem continuação (O Casamento), só não sei se há planos que vire filme. Merecia!

#2 – Noites de Tormenta (2008):

noites-tormenta-03g

Ao contrário do “Diário”, foi o único dos filmes dele que ainda não vi. Motivos? Não curti nadinha do livro, tá lá em último na minha lista de preferências das publicações do Sparks. Achei bem chato e arrastado. Não me emocionei no filme. O longa conta a história de Adrienne  e o dr. Paul. Ela, busca refúgio numa pousada de uma amiga para fugir do caos. Ele aparece por lá no meio de uma viagem procurando abrigo por causa de uma tempestade.  Foi estrelado por Richard Gere e Diane Lane.

#3 – A última música (2010) :
a-ultima-musica-filme-cinema

De longe, um dos meus livros preferidos do Sparks. Só que veio a Hannah Montana e estragou a história linda, uma das mais fofas que já li e que me fez chorar. Ronnie, personagem da Miley Cyrus, é obrigada a passar o verão com seu pai (Greg Kinnear) que não via há anos junto com seu irmão mais novo em uma cidade litorânea no sul dos Estados Unidos. Contrariada, a adolescente problemática não conta com as surpresas que esses meses lhe trarão. Juro que não tenho birra contra a Cyrus, só que ela não passou a emoção necessária para a personagem enquanto no livro eu chorava litros nos capítulos finais.  Menção honrosa para a música “Climb”, que sim, eu curti.

#4 – Querido John (2010):

querido-john

Primeiro livro que li do Nick, portanto tenho um carinho pra lá de especial. Já do filme, bom..  tem algo que eu preciso desabafar: obrigada, por estragarem o final. #SQN. Sério, roteiristas! Vocês não entenderam a mensagem do livro? O longa fala da história de amor entre Savannah, interpretada pela fofa da Amanda Seyfried, e por John, personagem de Channing Tattum. Eles se conhecem durante o verão quando ele, que é um militar, está de férias e ela na cidade construindo casas populares. Quando ele volta para o quartel, começam a se comunicar por cartas (e o ano era 2010, okei). Apesar da mudança surreal do final (que mudou t-o-d-a a coerência da história), eu até que curti.

#5 – Um porto seguro (2013):filmes_2480_safehaven-004

zzZzzz.. Sério, tanto para o livro quanto para o filme. O longa conta a história de Erin Tierney que fugindo do seu marido violento vai se esconder na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, sob a falsa identidade de Katie Feldman. Lá, conhece o viúvo Alex Wheatley e se envolve com ele, se afeiçoando aos seus filhos pequenos, Lexi e Josh. Katie também faz amizade com a sua vizinha Jo. Bom, o resto é spoiller. Eu não curti, achei cansativa mas teve gente que adorou, né? O casal principal é interpretado pela Julianne Houghs e pelo Josh Duhammel. Confesso que o fim é até que fofo. Mas só o fim mesmo. E até um bocado surpreendente.

#6 – Um homem de Sorte (2012):

Wallpapers_1600x1200_C

O filme vale a pena por motivos de Zac Efron mostrando que não é mais um rostinho bonito e muito mais do que a trilogia HighSchool Music. Logan é um sargento do Exército americano que percorre o país atrás da sua salvadora. Sim, salvadora. Acontece que no meio da guerra ele foi salvo de um bombardeio ao sair de onde estava ao avistar uma foto. E sempre que estava com a fotografia de uma moça ele se salvava de morrer. Considera então que a moça desconhecida é seu amuleto e decide encontra-la a todo custo. A única informação que ele tem é o casaco de uma universidade que a mulher na fotografia tá usando e parte rumo a Carolina do Norte. Lá conhece Beth , interpretada pela Taylor Schilling , professora e divorciada (a tal moça), ele se oferece para trabalhar no canil que ela é dona e eles iniciam então um romance que logo chega aos ouvidos do louco do ex-marido dela, um policial filho de uma família rica e influente da cidade. Eu curti mais ou menos o livro. O filme é mais legal e por incrível que pareça foi fiel o suficiente.

#7 – Um amor para recordar (2002): 12813077

Primeiro longa baseado em um livro do Sparks. Chorei tanto com o filme e muito mais com o livro. Infelizmente, há diferenças entre os dois. Algumas, porém significativas. No livro, a história se passa na década de 50 enquanto na telinha a trama rola nos dias atuais. Landom (Shane West) é o típico adolescente rebelde. Punido por ter feito mal a um rapaz, ele é obrigado a ajudar na produção da peça de teatro da escola. Lá se aproxima de Jamie (Mandy Moore), a filha do pastor da cidade. E como todo bom folhetim, claro que eles se apaixonam. Mas para infelicidade do casal, a garota tá seriamente doente. E então, o rapaz que antes era conhecido pela rebeldia se torna um rapaz doce. Destaque para a trilha, que dá todo o charme pra história.

Para quem quiser assistir, “Uma longa jornada” tem previsão de estreia no dia 10 de abril. Confira o trailler aqui:

Nk Store para C&A

Enquanto nós curtimos as últimas semanas de verão #todaschora, as grandes marcas de moda estão em polvorosa colocando nas vitrines as suas coleções de outono/inverno 2015 (e nos bastidores já pensando na de 2016. Uhum!). Semana passada, a rede de lojas C&A, lançou a sua mais nova parceria da coleção inverno 2015. Depois de bombar com marcas como a Patrícia Bonaldi (PatBo para os íntimos<3), Stella McCartney e Giuliana Romano, a queridinha da vez é a NkStore, para piração dos fashionistas de plantão.

abre-cea-nk3

Estrelada pela top britânica Suki Waterhouse, a coleção traz peças com preços bem mais acessíveis da marca da estilista Natalie Klein e aposta em clássicos da alfaiataria como blazers, saias e calças de modelagem flare. Além disso, iremos ver também que as roupas virão com uma pegada bem anos 70 e 80, no estilo rocker da época com couro e camurça, premiando quase toda a linha.

moda1

Nos acessórios, a pegada rocker ainda continua com brincos e sandálias e nas conhecidas botas over the knee (aquelas que vão até o joelho). As clutchs bordadas e as bijus foram inspiradas nos cascos de tartarugas e já prevejo muita gente desejando.

moda2

O que mais curti foram essas camisas mais chiques – ou regatas phynas – que são ótimas pro usar no calor, sem sair da moda e já quero algumas no meu armário. Meu lado Becky Bloom também gritou quando viu a bota, mas o preço está tão salgado que acabei desistindo. No geral, o preço se encontra bem acessível com peças que valem a pena comprar.

A coleção tem pré venda no dia 05/03 e chega nas lojas selecionadas no dia 10/03. Se no seu estado não vai ter loja, só olhar o e-commerce da C&A que vai rolar venda on-line sim.

fotos: blog Garotas Estúpidas

Novo livro da Sylvia Day

No ano de 2012, a febre literária foram os livros ditos ‘hot’, encabeçado pela trilogia “50 tons” escritos pela britânica E.L James que é o mais conhecido nessa categoria.  Pegando carona no estilo, a autora americana Sylvia Day lançou a coleção “Toda sua”.

A história é divida em cinco livros, sendo que três deles já lançados e vistos pelo olhar da protagonista, Eva Trammel. A personagem, é uma publicitária de 24 anos que conhece o poderoso Gideon Cross, empresário bilionário. Eles iniciam então um romance entre muitos altos e baixos, brigas e reconciliações e uma dose bem boa de mistério.

Além disso, há um certo mistério em torno do passado de ambos, que impede deles terem um futuro. Apesar de ser um romance adulto, em nada lembra ao “fenômeno” do 50 tons, (que particularmente detestei, mas é minha opinião), já que te prende do começo ao fim (eu devorei os três primeiros em quase um mês!)

10649684_453293114810796_6944581018521638521_n

A autora Sylvia Day e a capa do quarto livro, “Somente Sua” (fonte: página do Facebook)

Os dois últimos livros serão contados do ponto de vista dele, do Gideon. O quarto volume intitulado de “Somente Sua” (no original: Captivated by You) e será lançado não só aqui como também nos Estados Unidos no dia 18 de novembro pela editora Paralela.

Confira um trecho do livro abaixo:

Meu olhar flutuou para a janela e para a visão de Manhattan, então parou na parede vazia onde uma colagem de fotos dela e de nós estava pendurada no mesmo lugar no meus escritório da nossa cobertura na Quinta Avenida. Eu podia visualizar a colagem claramente, tendo passado incontáveis horas estudando-a nos últimos meses. Olhando para a cidade que uma vez fora a maneira de eu encapsular meu mundo. Agora, eu era contemplado com a visão de Eva.

Vale lembrar que o livro ainda não está em fase de pré venda e que a data do quinto volume não está definida. Além da saga Crossfire, a autora também possui mais duas séries: Históricos The Geogian, ambos com quatro livros lançados.

Bom, eu estou contando as horas para o lançamento. E você? Já leu algum livro da saga?

Nova coleção da Colorama

Sempre fui da teoria que “os vilões se vestem melhor” e que as protagonistas tem sempre o look basicão demais, muito ‘tom pastel’.  Com o slogan de: “Mocinhas são boazinhas. Vilãs são inesquecíveis.”, a Colorama traz a sua nova coleção de 7 esmaltes inspiradas nas vilãs que são impossíveis de esquecer das novelas! Elas saíram das telas e vão direto para a sua mão!! Vamos ver o que eles trouxeram?

Para representar a inesquecível Odete Roitman, de Vale Tudo, o esmalte é um cinza metálico, cheio de glamour.  Da mesma novela, temos o esmalte inspirado na outra vilã Maria de Fátima, um preto com glitter prata.

Nova coleção da Coloroma inspirada nas vilãs!

Nova coleção da Coloroma inspirada nas vilãs!

O roxo ficou por conta da Teresa Cristina, da novela Fina Estampa para você arrasar, bebê. E quem não lembra da Altiva, de A Indomada? Vilã top, o esmalte dela é de um lilás metálico. Lembra da Carminha, a malvada que amamos odiar de Avenida Brasil? Ela também tá na lista, com seu branco, que nos faz lembrar muito os figurinos da personagem.

Outra que também não conseguimos esquecer é a gêmea má que infernizou a vida da sua irmã da novela Mulheres de Areia, a Raquel. Para representar, a Colorama trouxe para ela um roxo metálico para ninguém a confundir com a irmã boazinha. E a Nazaré, vilã com maior auto estima de todas e aprontou aos montes, mas que fazia todo mundo rir e metade da novela rolar da escada? Ela vem com um rosa metálico para te deixar linda, poderosa e maravilhosa!

A previsão é que chegue nas lojas no próximo mês. Eu estou louca pela coleção inteira e não vejo a hora de ser malvada ao menos nas cores das unhas!