“Simplesmente Acontece”, o filme!

Sempre que resolvem transformar um livro em filme, me dá um certo medinho de estragarem a história (as tramas de Nicholas Sparks são as campeãs!), por isso sempre vejo com um leve receio. Quando soube que um dos meus livros preferidos dos últimos tempos, “Simplesmente acontece”, da Cecília Ahern (falei dele aqui!!), iria se tornar filme, já fiquei preparada para a decepção.

Foi assim que uns dias atrás, eu resolvi deixar os receios de lado, e ver o filme, estrelado por Lily Collins como Rosie e Sam Claffin no papel de Alex, e que foi baseado no livro. Existe diferenças? Sim, muitas. Mas nada muito incoerente e que saia se perguntando “Sério, que eles não colocaram aquela parte??” Agora caso você não ligue pra spoiller, continue a ler esse post!

A história é aquela bem clichê: Rosie e Alex são amigos desde os 3 anos. No filme fica claro logo no começo que rola um sentimento mais que amizade entre os dois, coisa que no livro isso demora a acontecer e muito. Eles, britânicos (no livro, moram na Irlanda), querem sair de lá a todo custo e irem morar em Boston.. mas ela no meio do caminho fica grávida e adia esse sonho. Diferentemente do livro, que termina quando eles estão com uns 50 e poucos, no longa, eles se acertam com uns 35 (única parte que realmente achei melhor!)

Uma das coisas mais legais no livro é que toda a narração é feita através de cartas, sms e e-mails e no filme isso não é tão possível né? Eles trocam algumas mensagens, mas não tanta. A Katie, filha da Rosie é pouco aproveitada também, podia ter aparecido mais, pois no livro ela é uma fofa e tem umas tiradas bem engraçadas! A Ruby também aparece bem pouco, o que é uma pena.

Acabei de ver o filme agradecendo por não estragarem a história e com o lencinho na mão, é claro!

Anúncios

#TemQueLer: “Simplesmente Acontece”

Mais uma quarta feira, mais um #TemQueLer! A resenha de hoje é sobre o livro “Simplesmente Acontece”, da Cecília Ahern. Originalmente, seu nome é “Onde terminam os arco-íris” e tinha sido lançado pela Editora Relumé Dumará. Bom, o fato é que ele virou filme e a Novo Conceito comprou os direitos e relançou com esse nome.

downloadO que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails, mensagens de texto, cartas, cartões-postais… Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples. 

Autor: Cecília Ahern

Editora: Editora Novo Conceito

Número de páginas: 488


Pausa. Um minuto de silêncio pra um dos livros mais lindos que eu já li (e mais bem escritos também.) A história é sobre a amizade de Alex e Rosie, que se conhecem desde os cinco anos e são melhores amigos desde sempre. Um relacionamento incomum, já que todos acreditam que eles deveriam ser um casal. Até que uma tragédia acontece: a família de Alex é transferida de Dublin, na Irlanda para Boston, nos Estados Unidos justamente no último ano do colégio deles. Ele deseja se tornar médico. Rosie é apaixonada por hotéis desde criança. Combinam então de fazerem a faculdade na mesma cidade: Boston. Mas uma bomba cai sobre eles: Rosie fica grávida. E seus planos mudam.

Como a vida é engraçada, né? Bem na hora em que você pensa que está tudo resolvido, bem na hora em que você finalmente começar a planejar alguma coisa de verdade, se empolga e sente como se soubesse a direção em que está seguindo, o caminho muda, a sinalização muda, o vento sopra na direção contrária, o norte de repente vira sul, o leste vira oeste, e você fica perdido

Enquanto a vida de Rosie vira do avesso, a de Alex segue normal: faculdade, namoros e saídas. E por esse tempo todo eles vão se falando e mantendo a amizade. Cada um levando a sua vida na sua cidade, seu país. E ainda melhores amigos, acima de tudo.

O que mais me impressionou nesse livro foi a narrativa: ela é toda feita através de cartas, sms, emails. E não fica só concentrada nos dois: aparece a filha da Rosie, Katie, os pais dela, a amiga, os irmãos. Tudo, tudo feito através de mensagem.

Eu me emocionei bastante, pois é daqueles livros que acontecem com você, sua amiga, sua vizinha. Normal demais, real demais! Quando você pensava que a coisa ia finalmente acontecer, o destino vinha e pregava uma nova peça tanto em Alex quanto em Rosie. E a gente fica, tipo, torcendo (muito) pelos dois e percebendo que ‘nossa, passei por isso ou situação beeem parecida’.

O livro virou filme e deve ser lançado em janeiro de 2015. Confira um dos trailers: