Aperta o Play: trilha do meu livro!

Não é surpresa para quem acompanha o blog há um tempinho que eu estou escrevendo um livro, não é? Já coloquei inclusive o primeiro e o segundo capítulo aqui. E, como eu sou apaixonada por música, o Aperta o Play de hoje tá mais que especial: ele traz a playlist do livro – ainda sem nome definido, ok? – com as seis músicas que mais me inspiraram – ou me remetem aos momentos – de algumas partes do livro.

Costumo dizer que a minha história é puramente ficcional. Ou não. Costumo que todos os personagens existem e que pode ser o meu amigo, vizinho ou colega de trabalho.

Here Without You – 3 Doors Down

Saca aquela música do casal de protagonistas e que toca tanto na novela – e nos rádios também – que gente ama enjoar? É essa, do 3 Doors Down. Tanto que ela foi citada em dois momentos cruciais da história e é de longe uma das minhas canções favoritas da vida.

Not a Bad Thing – Justin Timberlake

Minha queridinha do momento, a canção do príncipe do pop Justin Timberlake, é uma verdadeira declaração de amor, gente! E isso se aplica aos nossos protagonistas da vez, pessoal. Eu não posso contar muita coisa – ou iria estragar a surpresa, né? – e quando vocês lerem vão entender o que estou falando.

Ruas de Outono – Ana Carolina

Admito: os nomes dos personagens principais foram inspirados em um livro que eu já li tranquilamente umas três vezes. A história em questão é “Um coração em guerra”, da Li Mendi que já apareceu aqui no #TemQueLer. No e-book, a Li citava uma música a cada capítulo e uma delas era Ruas de Outono, que acabei conhecendo por lá e trazendo pro meu universo também.
Take a Bow – Lea Michelle

Eu podia dizer que essa apesar de não ser a música principal, foi a trilha de uma viagem que fiz ao interior do Rio de Janeiro em maio de 2009 e que acredito que desencandeou o começo da história. Algo como o star do processo. Mesmo a canção original ser da Rihanna, foi na voz da Lea Michelle, em um episódio da primeira temporada de Glee, que eu me apaixonei por ela e precisei colocar ela aqui.

Zen – Anitta

O processo de escrever esse livro tem umas duas partes. A primeira, lá em 2009/2010, o começo de tudo – eu coloquei ele em um blog, já extinto – e a segunda depois de um longo período em 2013. Quando essa música fazia todo o sentido pra mim e pra história e pras inspirações.

Segredo- Sandy

O começo da história é simples: há um desencontro entre Isabella e Caio de pelo menos uns cinco anos. Ela muda, ele também. E é isso que a música da Sandy confessa: “Me assusta não saber nada de você. E não ter com quem falar de mim” e por ai vai.


Se você quiser ouvir o resto da playlist – ela tá no Spotify com 34 músicas – é só clicar nesse link aqui. E o livro, prometo, chega em breve.

Pra grudar na telinha com a nova das sete!

Parece que foi ontem, mas já tem uns bons meses que falei aqui da estreia de Alto Astral. Bom, a novela acabou na última sexta-feira e hoje começa uma nova, a “I love Paraisópolis”, do autor Alcides Nogueira. E se tem uma coisa que eu curto de montão, é uma estreia de novela. Quer saber os motivos que vão te levar a ficar vidrado no novo folhetim? Continue lendo!

 O enredo é simples e leve.

Com uma pegada mais jovem, a história conta sobre duas irmãs (Bruna Marquezine e Tatá Werneck), moradoras da comunidade de Paraisópolis, vizinha do imponente e rico bairro Morumbi, na cidade de São Paulo e que desejam uma vida melhor e vão em busca do seu objetivo.

Tem história de amor, sim senhor!

Quem não curte um romance água com açúcar?

E é daquelas bem clichê: Marizete, papel da Bru, moça de classe média baixa se apaixona pelo rico Benjamim, feito pelo Maurício Destri. No meio disso tudo tem a mãe perua que vai separar o filho da amada e a ex-namorada perseguidora. Mais “história de novela”, impossível!

Tá recheada de guapos!

Sem título

Caio Castro, como bad boy, Henri Castelli como vilão, Maurício Destri como o mocinho protagonista e Alexandre Borges como o pai de família. Percebeu a listinha nada básica de boys magyas? Tem pra todos os gostos e idades.. o que vai ter de gente dando desculpa para não sair mais as sete…

A trilha sonora é de suspirar.

Eu nunca contei, mas eu sou apaixonada pelo Ed Sherran. E, para minha alegria, a melhor música dele, “Thinking out Loud” – na minha opinião, claro – é a canção que vai embalar o romance do casal protagonista. Isso sem falar da Meghan Trainor, Ana Carolina e da banda Janz (que participou da primeira temporada do SuperStar)

Vamos pirar na Letícia Spiller: incrível e vilã!

Confesso que uma inveja beeem grande rolou quando vi o shape + hair + pele da eterna Babalu. Aos 41 anos (SIIIIIIIIIIIIIM!!), a atriz vai dar a vida a vilã Soraya, uma perua mãe do mocinho e que vai fazer de tudo pra separar o casal protagonista. Além do corpo e cabelo e pele de fazer pirar qualquer mulher, a Letícia ainda vai fazer par com o Henri Castelli. Que chato, não?