#TemQueLer: Para onde ela foi?

livro

Vocês lembram que eu falei do livro “Se eu ficar” nesse post aqui e que depois acabou virando filme? Bom, uns dois meses atrás, uma amiga me emprestou a continuação, “Para onde ela foi?” e sobre ele o #TemQueLer de hoje. Prepare o lencinho que a continuação é tão emocionante quanto a primeira.


Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.

Autora: Gayle Forman

Páginas: 240

Editora: Novo Conceito


#Atenção: alerta spoiller

Quem leu “Se eu ficar” pode perceber que lá no finzinho teve uma amostra do primeiro capítulo de “Para onde ela foi?“, certo? Bom, a história dessa vez é narrada por Adam Wilde, namorado da Mia Hall, três anos depois do acidente.

Vemos que Adam agora é cantor de rock bem famoso que namora uma atriz de Hollywood. Calma, mas e Mia e todo o amor que eles viveram lá no primeiro livro? No começo da narrativa – bem tensa para meu gosto – a única coisa que sabemos é que eles não estão mais juntos. As perguntas que ficam são: quem terminou? Ela sobreviveu mesmo ao acidente?

Ao longo das páginas percebemos que apesar da fama, o garoto é um cara solitário. Não tem amizade com mais ninguém, vive separado da sua banda com quem tem uma péssima relação e o seu namoro é totalmente midiático. Conseguiu o estrelato, mas não é feliz.

Levanto o olhar novamente. Seus olhos ainda estão lá, ainda olhando para mim. E eu tenho certeza absoluta de que ela vai tocar esta noite.

Os capítulos vão se intercalando entre a vida atual e os momentos com Mia antes e depois do acidente. Até que por obra do destino, eles são colocados frente a frente em um concerto dela. O garoto que se mostrava tão rebelde, vai se abrindo e revelando aos leitores o motivo do término e pasmem: não foi ele que acabou!

A história é de um todo bem linda. Fala sobre recomeços e segundas chances. Você daria uma segunda chance ao amor da sua vida?. Apesar de ter achado o final bem acelerado – e só vai entender quem for ler- acredito que enrolar seria bem massivo. Me despedi de Adam e Mia com uma dorzinha no coração e a esperança que eles também levem esse segundo livro para as telonas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s