SuperStar, eu fui!

Essa semana recebi a seguinte notícia: havia sido sorteada para a plateia do programa SuperStar, por causa de um fã clube da Sandy em que eu participo (valeu, Pri!). Encarei o fato de ir sozinha e, graças! – morar ao lado do Projac e lá fui eu. Depois de um pouco mais de um ano, iria rever a San mais de perto.

Sala de espera antes de entrar no estúdio

Na primeira temporada, confesso que não acompanhei o programa. Na época, morava em uma república e como o programa passava tarde acabei não vendo nada. Só sei que a Banda Malta “diiiiiiiiiiizzzzzzzz pra mim, o que eu já sei” é que foi a vencedora. Bom, nos dois primeiros episódios eu vi, mas não prestei atenção suficiente.

Kit lanche

Kit lanche

O combinado era chegar lá as 20. E o programa começava depois das 23. Assim que você chega, eles te entregam uma chave com uma numeração para guardar o que você quer (não pode entrar de bolsa no estúdio) no armário e um kit de lanche bem bacana e fica na sala de espera.

Perdão do trocadilho: Fernanda linda Lima

Fernanda Lima, sendo linda!

Faltando uns 40 minutos, eles começam a conduzir a plateia ao estúdio F. Uma pausa agora. Se eu achava que a Fernanda Lima era linda, depois de ontem eu tive certeza. E posso falar? Simpática e atenciosa demais. Eu acabei ficando perto do backstage e ela posou para fotos sempre que possível. O eterno Mocotó também. Divertido sem ser aquele lance forçado, o co-apresentador também interagia com todo mundo antes do programa começar e durante o intervalo.

Fofa e atenciosa, como sempreComo confessei, fui muito mais por causa da Sandy. Assim que ela entrou no estúdio, os fãs enlouquecidos foram lá tirar foto com e dela. E posso falar? Que pessoa do bem. E não falo isso por ser fã, não. Ela realmente passa essa energia muito boa. Atenciosa e gentil com todos, – falava todo o tempo: “Gente, nós estamos fazendo uma bagunça só! Fiquem calmos” – tirou fotos com quem pedia. Eu, infelizmente não tive essa sorte, mas consegui dar um abraço nela. E, claro, quase chorei! O Thiaguinho também é um outro querido. Como meu foco era ela, não dei muita atenção para ele.

Palco antes do programa começar

Vamos ao que realmente importa: os shows. Ao vivo é mais gostoso, já dizem por ai. Bom, o esquema é o de sempre. A banda é apresentada e fica por trás de uma cortina. Quem alcançar 70% ou mais, essa cortina então sobe e ela é classificada escolhendo um padrinho. E só passam as cinco primeiras colocadas.

 2015-04-26 22.39.17

Ah, quem tá na plateia também pode votar. Confesso que não tive muito critério e acabei votando SIM em todas. Mas explico: lá, a empolgação é bem maior do que quando estamos em casa. O resultado ficou assim:

Devir: 90% – madrinha Sandy

Sem dúvida, o melhor show e mais empolgante (e acho que a maior votação em três programas) da noite, com uma música que eu particularmente adoro e ouvi muito no verão, a Rude.

– Lucas e Orelha: 86% – padrinho Thiaguinho

Comparados a dupla Claudinho e Bochecha por terem o mesmo estilo, os garotos baianos realmente empolgaram com uma canção autoral e acabaram escolhendo o Thiaguinho

2015-04-26 22.39.09

– Scambo – 84% padrinho Paulo Ricardo

Também vindos da Bahia, a banda Scambo foi apontada como a grande favorita. Não sei se é porque eu sentei na frente de um grupo de amigos deles, que acabei me empolgando também.

– Serial Funkers: 82% – padrinho Thiaguinho

A banda paulistana inovou ao trazer uma música no ritmo soul + funk americano e eu curti muito pois eles tem essa pegada meio anos 70 e Tony Tornado. Tem minha torcida para a próxima fase.

– Yegor e los Bandoleros – 80% – padrinho Thiaguinho

Com um ritmo caribenho de salsa, a banda lá de João Pessoa já era meio conhecida do público por causa do jogador Hulk, que uma vez usou a dança característica do vocalista para comemorar um gol. Tanto que já participaram do Encontro, com a Fátima Bernardes. Eles vieram com um sucesso da banda Maná.

Para a repescagem, fica a banda Radio Radar, que veio com um clássico do Foo Fightes e apenas 70% dos votos. O programa tem uma dinâmica bem bacana, talvez por se tratar de um ‘ao vivo’, não pode ter erro. O clima é bem bacana e alegre. No fim, não vimos um musical dos jurados, como na estreia. Fica aqui a lembrança de um fim de domingo bem diferente e animado e um gostinho de quero mais. Com certeza vou começar a ver as próximas audições com um carinho maior.

(Agradecimentos: Fã clube O brilho de um sonho e Pri!)
Anúncios

3 comentários sobre “SuperStar, eu fui!

  1. Pingback: Turnê Meu Canto: eu fui! | Entre Nós

  2. Pingback: Aperta o Play: Sandy, no Meu Canto | Entre Nós

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s