“#2”: o segundo capítulo

 Para ler o capítulo número 1, clique aqui

Não sei como, mas eu consegui acordar na minha cama na manhã seguinte. Toda dolorida, talvez pelo sono agitado, mas acordei. Devia ser aquele anjinho que me protegia sempre, sabe? E acordei, “droga! Atrasada”. Pulei da cama, com o sonho da última noite martelando na minha mente. Tomei um banho rápido, engoli o café e sai apressada para o trabalho. Já no carro, selecionei as minhas músicas preferidas e no caminho para a redação, fui repensando a minha vida nestes últimos quinze anos.

Entrei no colégio que meu pai e meus tios haviam estudado e tinha muito orgulho por isso. Definitivamente foi uma das melhores coisas que me aconteceram: lá, pude conhecer as pessoas mais importantes da minha vida que eu conservo até hoje, como uma segunda família e me fez também passar os meus melhores anos.

Dei risada, sozinha, relembrando todos os momentos engraçados que passei por lá. Foram tantos choros, tantas risadas, tantas confidências. Depois disso veio a faculdade. Chopadas, trabalhos, outros amigos que irei levar pra vida toda também. E nesse ínterim veio ‘aquela noite’.

Sempre tive a pretensão de escrever e viver disso, só não sabia que minha carreira no jornalismo ia chegar até esse ponto em tão pouco tempo. Atualmente, eu sou a editora de cultura de umas das principais revistas femininas do país, a ‘La Belle’. Foi lá o meu primeiro e único estágio. Me identifiquei de primeira com o ambiente e desde então só fiz crescer na empresa. Nas horas vagas, seguia fazendo a segunda coisa que mais amava: montava a cavalo.

Não sei se inconscientemente era uma forma que eu achei de me deixar mais próxima do Caio. Já fazia um pouco mais de quatro anos que ele tinha ido embora. Desde aquela noite eu não contava o tempo. Não percebi que com as lembranças reavivadas, eu cheguei ao trabalho. Incrível que quando você se conecta ao passado, o tempo voa. Quando sentei na minha mesa, abri a minha caixa de entrada e havia a resposta do Fred, me confirmando na competição. Eu tentei ignorar a resposta dele durante toda a noite, mas foi em vão: na minha frente constava a confirmação da minha inscrição. Peguei meu celular da bolsa e disquei para o Fred, que atendeu ao segundo toque.

– Alô?

– É sério mesmo que a cidade é essa? – perguntei com falsa esperança.

-Claro que é, não te falei ontem e no e-mail que te mandei?

– É que sei lá, tive esperanças que a cidade houvesse mudado. Tudo bem, mais tarde a gente se fala. Tenho muito que fazer.

Obviamente, não consegui fazer mais nada. Essa competição me tirava dos nervos. Não a competição em si, mas a cidade em que ela iria ser realizada. Meu melhor amigo havia se formado no ano seguinte e seguido a mesma carreira que o Caio, mas eu o proibi de comentar qualquer coisa. Não fui eu que tinha ido embora? Então, que arcasse com as consequências. Nem sei se eles já tinham se visto depois disso. Provavelmente sim, pois eles tinham muitos amigos em comum. Com o meu pedido de não me contar nenhuma informação, ele não iria me contar nada agora. Imediatamente mandei um torpedo para o Léo contando as últimas notícias bombásticas. Ao fim do dia, chegando em casa, fui tentar me organizar para viajar dali a quinze dias. A semana prometia ser longa.

Sexta-feira à noite:

‘Tem certeza de que você quer fazer isso?’ A frase da mensagem de texto na qual o meu amigo Léo tinha me respondido estava me martelando a semana inteira. Respondi com um:

‘Eu preciso fazer isso. Espantar os meus fantasmas.’

A porta do táxi bateu atrás de mim, me fazendo voltar ao presente.

– Moça, suas malas! – gentilmente o motorista me ofereceu.

– Obrigada, respondi sem graça por estar distraída. Ele deve ter me achado uma tola, aposto.

Coloquei a bagagem no carrinho e fiz um sinal da cruz. Estava entrando no aeroporto.

Seja o que Deus quiser, ouvi meu coração dizer.

Anúncios

2 comentários sobre ““#2”: o segundo capítulo

  1. Pingback: #TemQueLer: Os meus preferidos! | Entre Nós

  2. Pingback: #TemQueLer: “Um coração em guerra” | Entre Nós

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s