Um certo e-mail

Olá,

Me peguei pensando em você, na nossa amizade. E, claro. Se você tá lendo isso é por que eu me importo com você e tive coragem pra enviar esse e-mail. Sabe há quanto tempo a gente se conhece? Onze anos. Longos onze anos. Eu diria que desde sempre. O engraçado é que a vida quase nos colocou frente a frente duas vezes e você sabe disso… Mas tudo tem o seu tempo e momento certo e por obra do destino, naquele ano, caímos na mesma sala. E viramos amigos.

Se um dia me perguntassem qual personagem de cinema eu definiria nós dois.. é muito, muito fácil: Hermione e Harry Potter. Por que? Porque entre eles só existe amizade e irmandade. Pura, sabe? E te confesso que rolou umas duas cenas nos últimos filmes entre os dois que bateu uma baita inveja. Do tempo que éramos um bocado assim. Aliás, quando você me emprestou seu livro e eu fiquei séculos com ele.

2010_harry_potter_deathly_hallows_pt_1-532x3161

Lembrei daquele dia especial por sua causa, em que me desloquei do Rio e viajei por horas só para tá ao teu lado nesse dia especial. Quando você viajava nas férias e mesmo não curtindo muito escrever, me mandava cartas. Das cartas que trocamos, dos e-mails, dos papos.

E aê teve seu acidente. E eu sofri. Sofri pois eu sabia que pra você era uma mistura de agonia e aflição, pois ninguém sabia o dia de amanhã. Minha vontade era de largar tudo e ir te fazer companhia pra te fazer rir ou só pra gente jogar papo fora.

Ainda lembro o dia que recebi o seu e-mail dizendo que tinha passado naquela prova super difícil e que você sempre sonhou. Chorei tanto de emoção porque eu sabia que era SEU sonho realizado. E de orgulho por ter um amigo feliz e realizado. Se fechar os olhos, eu ainda revejo essa cena.

Você sempre foi muito mais que um amigo. Foi o irmão mais velho que não tive. Que corria quando eu tava com dúvida ou precisava só desabafar. Quando você me emprestava seu discman me ouvia falar hooooooooras (e quase todos os dias tb) sobre os caras, mesmo achando todos eles uns babacas. Nunca falou nada e sempre me escutava com a maior paciência.  Quando a gente não fazia nada. Era bom. Que eu falava que ia batizar meu filho (a) e que ia ser meu padrinho de casamento. É.. é, é você o cara!

E de um tempo pra cá.. o que aconteceu? Não sei. Nos afastamos. O motivo eu também não sei. Não sei se fiz algo de ruim, te magoei, te trai ou você não vai mais com a minha cara. Não sei mais da sua vida, dos seus planos ou das suas vontades. Nem você dos meus!! Somos dois estranhos, esse é a verdade. E nem sei como isso aconteceu. Ou o motivo do aconteceu. E isso dói. Muito.

Sabe que odeio o quanto eu escrevo horas e linhas e você me manda um ‘tá tudo bem’. Sabe que odeio quando você se faz de duro, mas no fundo quer mesmo é desabafar.

E do nada, aquele cara que eu mais confiava na vida não é mais meu. Meu amigo. Meu irmão. Meu confidente. Nós crescemos juntos. Foi com você meu primeiro porre. Choramos e rimos uma centena de vezes, de coisas importantes até do nada. Logo agora, que eu estou frágil e precisando de abraços e afagos ? Você vai ser de outra. Aliás, ele JÁ é de outra. Só eu não tinha percebido. Quando foi que tudo mudou? E porque eu não percebi, trouxa ? Com quem vou dividir meus pedaços de torta? Quem vai chegar no meio da noite para me consolar? De quem você vai sentir orgulho? Dói pensar sistema de atendimento on-line

Enfim. É isso. Tudo bem se você ignorar. Tudo bem se você me mandar uma linha com ‘tá tudo bem.’ Vou entender. Só queria saber o motivo desse afastamento. Eu te amo meu amigo e torço que tudo, mas tudo na sua vida dê certo.

Com amor,

Sua eterna amiga.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s